Home Noticias Ameba ‘comedora de cérebros’ aproveita mudança do clima, se espalha e vira preocupação nos EUA

Ameba ‘comedora de cérebros’ aproveita mudança do clima, se espalha e vira preocupação nos EUA

Pesquisa indica que aumentou incidência da meningoencefalite amebiana primária, doença rara, mortal e mal diagnosticada

por Lud Hayashi

A região Norte dos Estados Unidos enfrenta uma nova ameaça de saúde pública: a ameba “comedora de cérebros”, nome comum dado à Naegleria fowleri, um parasita de água doce que provoca uma doença chamada meningoencefalite amebiana primária (PAM, na sigla em inglês). Em agosto de 2022, uma criança morreu por causa da doença após nadar em um rio no estado de Nebraska.

A preocupação das autoridades com a ameba, normalmente achada no Sul dos Estados Unidos e na América Central, consta de um estudo científico publicado no Jornal de Saúde Pública de Ohio (Ohio Journal of Public Health) em maio. A pesquisa é da Universidade de Mount Union, em Ohio, da Escola de Enfermagem da Universidade do Kansas, e da iniciativa Jonas Scholar.

A publicação destaca que houve um aumento da incidência dessa doença, que é rara, mortal e muitas vezes mal diagnosticada, nos estados do norte causa e a principal razão é a mudança climática, provocada ao longo dos anos pela destruição do meio ambiente e dos recursos naturais.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Adblock detectado

Por favor, apoie-nos desativando sua extensão AdBlocker de seus navegadores para o nosso site.