Home Noticias Ciclistas poderão cadastrar bicicletas no Governo Digital para coibir furtos

Ciclistas poderão cadastrar bicicletas no Governo Digital para coibir furtos

por Lud Hayashi

Uma nova funcionalidade do Governo Digital vai ajudar a coibir os furtos de bicicleta no Paraná. Os ciclistas poderão cadastrar no portal de serviços do Governo do Estado o número de série e outras informações de seu veículo, facilitando a localização e a resolução de casos de furtos de bicicleta. A solução foi debatida nesta quinta-feira (27) em reunião no Palácio Iguaçu com representantes do Governo do Estado e cicloativistas de Curitiba.
Os proprietários de bicicletas poderão cadastrar a nota fiscal de compra, o número de série do quadro e incluir informações como marca, modelo e cor, além de postar fotos que identificam o seu veículo.
O Governo do Estado também estuda utilizar o banco de dados da Secretaria de Estado da Fazenda para que a cada compra de uma nova bicicleta o proprietário receba um aviso por SMS e faça automaticamente o cadastro no Governo Digital.
Se por acaso a bicicleta for furtada ou roubada, a polícia tem mais condições de encontrar o dono. Isso porque ainda não há, no Estado, um banco de dados com informações detalhadas de bicicletas, e mesmo quando a polícia encontra uma roubada não consegue identificar o dono para devolvê-la.
O major da Polícia Militar Rodrigo Perim de Lima, coordenador de Análise Criminal e Planejamento Estratégico da Secretária de Estado da Segurança Pública, explicou que a pasta busca soluções para minimizar esse problema e auxiliar a polícia a dar uma resposta à população. “Diante disso, surgiu a ideia de criar um grande banco de dados para fazer o registro prévio das bicicletas. Com ele, poderemos negativar a bicicleta quando houver alguma ocorrência e disponibilizar ao policial uma base de consulta”, disse. “Além disso, quem compra uma bicicleta usada também poderá fazer uma consulta para saber se ela foi roubada”, acrescentou.
O coordenador-geral da Associação dos Ciclistas Alto Iguaçu (Cicloiguaçu), Fernando Rosenbaum, afirmou que existem muitas ocorrências de furtos e roubos de bicicletas em Curitiba, mas os dados não são contabilizados porque poucos ciclistas fazem o Boletim de Ocorrência, já que dificilmente o veículo é recuperado.
“Quem usa bicicleta sente falta de uma resposta nesses casos. Ao procurarmos os órgãos de segurança, foi aberta essa proposta de usar o Governo Digital. Juntos podemos trabalhar para construir a cultura de segurança e ter o suporte dessa plataforma do governo”, disse.
O encontro foi acompanhado pelo secretário-executivo do Comitê de Qualidade do Governo do Estado, Marco Aurélio Barbosa, e pelos representantes da Federação Paranaense de Ciclismo, Eduardo Pereira; da Pedal Cajuru, Roberto Moreira; da Universidade Federal do Paraná, José Carlos Belotto; e da Celepar, Guilherme Mendes.
GOVERNO DIGITAL
No ar desde o início deste ano, o Governo Digital (www.governodigital.pr.gov.br) integra os sistemas do Estado e disponibiliza, em um único lugar, centenas de serviços ao cidadão, desde a consulta a assuntos relativos à carteira de habilitação até a consulta ao boletim escolar dos alunos da rede pública estadual.
Para ter acesso aos serviços ofertados no Governo Digital é necessário ter a Identidade Digital, disponível para quem fez recentemente uma coleta biométrica por meio da emissão de documentos como a Carteira Nacional de Habilitação ou a Carteira de Identidade.
Quem ainda não fez, pode procurar os postos e totens do Detran ou do Instituto de Identificação do Paraná para fazer o cadastro. Ainda assim, mesmo quem não cadastrou a biometria pode se conectar ao site para acessar as informações sobre os diversos serviços do governo estadual.
Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná / Imagem Ilustrativa

Artigos relacionados

Deixe um comentário