Home Noticias Em 2019, mortalidade materno infantil caiu pela metade em Cianorte

Em 2019, mortalidade materno infantil caiu pela metade em Cianorte

por Lud Hayashi

Em Cianorte, uma iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, reduziu pela metade a taxa de mortalidade entre gestantes, fetos e recém-nascidos. O projeto Gestar e Amar: cuidando da mãe cianortense, desde que foi implantado, no ano passado, diminuiu o índice de 18,3% para 9,4% (até outubro deste ano). O resultado, que está abaixo do limite aceitável pela pactuação do estado, foi apresentado na última sexta-feira (22), pela secretaria da pasta, Michelly Polyana Viguiato Pricinotto, durante o evento da macrorregional convocado pela Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA), em Maringá, para a qualificação dos profissionais que atuam nessas frentes.
“Por meio do Gestar e Amar buscamos melhorar a assistência ao pré-natal, ao parto e ao puerpério, principalmente por meio da capacitação dos envolvidos; promovemos as ações realizadas pelo enfermeiro, como busca ativa de gestantes e gestão de casos; nomeamos uma enfermeira obstetra para ser a responsável pelo projeto como auditora; intensificamos as visitas domiciliares dos Agentes Comunitários de Saúde; contratamos novos agentes e dois médicos especializados em ginecologia e obstetrícia e vinculamos a gestante ao hospital de referência, por meio de visitas realizadas a este local”, pontuou a secretária.
Para atingir o resultado, ainda houve capacitação para os profissionais que atuam na área, como clínicos gerais, obstetras e enfermeiros com o especialista em atenção básica e residente em medicina de família e comunidade, o Dr. Éder Chicarelli Balestri; e com o dr. Marcos Takimura, da Divisão de Saúde da Mulher, da SESA. Para as gestantes e acompanhantes foram promovidas palestra sobre aleitamento materno, pela Campanha Agosto Dourado; orientações na II Feira de Saúde de Cianorte; e quatro edições de um curso que ensinou sobre amamentação, parto normal e cuidados com o recém-nascido.
Ainda, de 2018 para cá, houveram reuniões para a discussão e elaboração do Plano Municipal de Redução de Mortalidade Infantil/ 2019e para a elaboração de um projeto em parceria com o Núcleo Regional de Educação para orientar a respeito dos riscos de gravidez na adolescência, infecções sexualmente transmissíveis e métodos contraceptivos. “Foram necessários diversos encontros e ações para traçarmos estratégias eficazes para mudar o quadro que tínhamos. Graças ao empenho de todos os servidores e o apoio do prefeito logramos êxito e hoje exibimos os dados inferiores aos iniciais. Mas o trabalho não para por aqui. O projeto continua. Pretendemos atingir percentuais ainda menores”, alega Michelly.
Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Cianorte

Artigos relacionados

Deixe um comentário