Casa Cultura Guia do Oscar: fique por dentro do que vai rolar na 90ª edição da premiação

Guia do Oscar: fique por dentro do que vai rolar na 90ª edição da premiação

por Lud Hayashi
E chegamos a mais uma edição do Oscar, a 90ª. Neste domingo (4), haverá algumas novidades, como a disputa de Rachel Morrison, a primeira mulher indicada à categoria de Melhor Fotografia. E outras nem tão novidade assim, como Meryl Streep indicada pela 21ª vez ao prêmio. Além disso, a Academia está de novo em meio a uma grande polêmica. O movimento “Time’s Up”, que luta pelo direito das mulheres na indústria cinematográfica e pelo fim dos assédios sexuais, foi responsável por levar novos debates à premiação.
O Oscar será realizado, como sempre, no Teatro Dolby, em Los Angeles, nos Estados Unidos. “A Forma da Água” lidera as indicações, concorrendo em 13 categorias.
Pensando nisso, o Cianorte em Destaque organizou um guia para você ficar por dentro de tudo que vai rolar durante a premiação do Oscar.
MELHOR FILME
“A Forma da Água” chega como o grande favorito a levar o principal prêmio da noite, o de Melhor Filme. Além das 13 indicações, o longa-metragem de Guillermo del Toro venceu os prêmios do Sindicato de Produtores da América (PGA) e do Sindicato de Diretores de Hollywood (DGA), que costumam ditar o grande vencedor do Oscar. Porém, nos últimos dois anos, os premiados no PGA e no DGA não venceram no Teatro Dolby.
Outro favorito ao grande prêmio é “Três Anúncios para um Crime”, vencedor na categoria “Drama” do Globo de Ouro. Também levou o maior prêmio do Sindicato dos Atores (SAG) e da Academia Britânica de Artes do Cinema e Televisão (Bafta). O grande obstáculo para o longa é a não indicação de Martin McDonagh como Melhor Diretor. Na história do Oscar, são raras as ocasiões em que o grande vencedor da noite não teve o diretor ao menos indicado. A última vez aconteceu em 2012, com “Argo”.

Reprodução//IMDB

Reprodução//IMDB - 'Três Anúncios Para um Crime' é um dos favoritos
“Três Anúncios Para um Crime” é um dos favoritos

O filme “Corra!” representa uma quebra nos padrões da Academia. O longa foge da habitual “fórmula” dos indicados. Classificado como terror, conquistou indicação na categoria principal, apesar de os títulos desse gênero passarem longe da premiação historicamente. A produção, contudo, não está entre os grandes favoritos.
MELHOR DIRETOR
Guillermo del Toro já está com as duas mãos na estatueta de Melhor Diretor. Ele venceu as grandes premiações da temporada, incluindo a do Sindicato de Diretores, que só não antecipou o ganhador do Oscar uma única vez nos últimos 15 anos.

Getty Images

Getty Images - Guillermo del Toro deve levar a estatueta de Melhor Diretor
Guillermo del Toro deve levar a estatueta de Melhor Diretor

A diretora Greta Gerwig foi indicada por “Lady Bird”. Além dela, só outras quatro mulheres concorreram como diretoras ao Oscar. Luina Wertmuller, em 1975; Jane Champion, em 1993; Sofia Coppola, em 2003; e Kathryn Bigelow , em 2008 – a única vencedora.
Diretor de “Corra!”, Jordan Peele é o quinto negro a ser indicado na categoria. Antes dele vieram John Singleton, em 1991; Lee Daniels, em 2009; Steve McQueen, em 2013, e Barry Jenkins, em 2016. Peele tem a chance de ser o primeiro negro a levar a estatueta de Melhor Diretor. O longa também marca sua estreia no cinema, o que faz com que seja a terceira pessoa na história da premiação a ser indicada a Melhor Filme, a Melhor Diretor e a Melhor Roteiro em sua primeira produção. Além de ser o negro a conseguir mais indicações em todos os anos do Oscar.
MELHOR ATRIZ
Os prêmios por atuação deste ano já parecem definidos. Em Melhor Atriz, Frances McDormand é a grande favorita, por seu trabalho em “Três Anúncios para um Crime”. Ela venceu os principais prêmios da temporada – o Bafta, o SAG, o Globo de Ouro e o Critics’ Choice Awards. Caso vença o Oscar, Frances terá “gabaritado” o chamado “Big Five”, os cinco principais prêmios para atores em Hollywood.
Na mesma categoria, Meryl Streep bateu o recorde (que pertencia a ela mesma) de atriz ou ator com maior número de indicações na carreira. São 21 ao todo. Neste ano, por “The Post”, dirigido por Steven Spielberg.
MELHOR ATOR
Gary Oldman é outro que está próximo de vencer o “Big Five”. Depois de ganhar os outros quatro prêmios, ele é o grande favorito ao Oscar na categoria de Melhor Ator, por ter vivido Winston Churchill em “O Destino de uma Nação”.
Com 22 anos, Timothée Chalamet é o mais jovem ator indicado na categoria desde 1939. Ele concorre por “Me Chame Pelo Seu Nome” e, caso vença, será também o mais novo ator da história a levar o prêmio.
Outro indicado é Daniel Day-Lewis, por “Trama Fantasma”. O ator britânico é o maior vencedor na história da categoria, com três estatuetas no currículo. É também o único a ter conquistado o “Big Five” em duas ocasiões. Segundo ele, este será seu último filme.
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Allison Janney, por “Eu, Tonya”, aparece como favorita à categoria, tendo vencido o Globo de Ouro e o SAG. Já a atriz Laurie Metcalf corre por fora pelo seu papel em “Lady Bird”.
Mary J. Blige, por “Mudbound”, tornou-se a primeira pessoa indicada nas categorias de Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Canção Original.
MELHOR ATOR COADJUVANTE
Outra categoria com um vencedor aparentemente já encaminhado. Sam Rockwell, por “Três Anúncios para um Crime”, é o grande favorito. Ele já ganhou o SAG Awards, o Globo de Ouro e o Bafta.
Aos 88 anos, Christopher Plummer se tornou o ator mais velho indicado na categoria, por “Todo o Dinheiro do Mundo”. O veterano substituiu às pressas Kevin Spacey depois das denúncias de assédio sexual. As filmagens com Plummer duraram apenas dez dias. O ator também é o mais velho a vencer na categoria, em 2012, aos 82 anos.
MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
“Corra!” parece ser o favorito à categoria, depois de levar o prêmio do Sindicato dos Roteiristas de Hollywood, do Critics’ Choice Awards, além de outros prêmios menores.
Correndo por fora estão “Três Anúncios Para um Crime”, “Lady Bird” e “A Forma da Água”. O outro indicado é “Doentes de Amor”, grande surpresa na categoria.
MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Dos cinco indicados, apenas um concorre a Melhor Filme. Assim, “Me Chame Pelo Seu Nome” é o favorito na categoria.
“Logan” é o primeiro filme de heróis a concorrer como Melhor Roteiro adaptado dos quadrinhos. Outro indicado, “Mudbound” faz da roteirista Virgil Williams e da diretora Dee Rees as primeiras negras a disputarem na categoria.
MELHOR FILME ESTRANGEIRO
A categoria de melhor estrangeiro está em aberto. Tanto “The Square”, da Suécia, quanto “Uma Mulher Fantástica”, do Chile, despontam como favoritos. O primeiro foi o grande premiado no Festival de Cannes do ano passado. Os outros correm por fora.
“O Insulto” dá ao Líbano sua primeira indicação ao Oscar, enquanto “Uma Mulher Fantástica” conta com uma atriz transexual como protagonista, Daniela Vega, algo inédito na história da premiação.
Clique aqui para conferir a crítica ao fime “O Insulto”, em exibição em Londrina.

Reprodução//IMDB

Reprodução//IMDB - 'O Insulto' leva o Líbano pela primeira vez ao Oscar
“O Insulto” leva o Líbano pela primeira vez ao Oscar

MELHOR ANIMAÇÃO
Como de costume, a Pixar aparece como favorita à categoria, com “Viva – A Vida é uma Festa”. Outro que pode aparecer como surpresa é “Com Amor, Van Gogh”, primeira animação do mundo feita com pinturas. Foram mais de 65 mil quadros feitos especialmente para o filme.
OUTRAS CATEGORIAS
“Blade Runner 2049” e “Dunkirk” são os favoritos às categorias técnicas. O primeiro, contudo, parece ter a predileção para Melhor Direção de Arte e Melhor Fotografia. Nesta última, também está Rachel Morrison, a primeira mulher, em 90 anos da premiação, a ser indicada, pelo filme “Mudbound”.
Em Melhores Efeitos Visuais, “Planeta dos Macacos: A Guerra” surge como favorito. Joel Whist, um dos responsáveis pelos filme, já foi indicado à categoria em outras dez ocasiões.
“A Forma da Água” é o favorito a Melhor Trilha Sonora Original por ter levado os principais prêmios na categoria. Mas quem se destaca mesmo é o compositor John Williams. Ele foi indicado por “Star Wars VIII” e quebrou o próprio recorde de pessoa viva com mais indicações ao Oscar, com 51 ao todo.
Nos documentários, a cineasta francesa Agnès Varda se tornou a pessoa mais velha a ser indicada, aos 89 anos, pelo documentário “Visages Villages”. A produção é favorita a levar o prêmio na categoria. Também concorrendo, o cineasta Yance Ford é o primeiro diretor transgênero indicado ao prêmio, pelo documentário “Strong Island”.
“TIME’S UP”
A 90ª edição do Oscar é uma das mais políticas da história. Depois da polêmica do “Oscar So White” em 2016, protestando contra a falta de indicados negros, este ano há o “Time’s Up”.
O comediante Jimmy Kimmel será o apresentador principal pelo segundo ano consecutivo, e compartilhará o palco com Mahershala Ali, Viola Davis, Laura Dern, Greta Gerwig, Tom Holland, Kumail Nanjiani, Margot Robbie, Emma Stone, Daniela Vega, Gal Gadot, Mark Hammil, entre outros.
A 90ª edição do Oscar será transmitida no Brasil pela Rede Globo, às 23h50, logo após o “Big Brother Brasil”; e na TNT, às 22h.

Artigos relacionados

Deixe um comentário