Casa Noticias iPhone 14, óculos VR e iPad Pro: saiba o que esperar da Apple em 2022

iPhone 14, óculos VR e iPad Pro: saiba o que esperar da Apple em 2022

Novidades podem trazer design reformulado para o iPhone e novas funções para o smartwatch.

por Lud Hayashi

Os futuros lançamentos da Apple costumam ganhar as manchetes de veículos especializados em tecnologia. Em 2022 isso não tem sido diferente: o iPhone 14 é um dos principais temas abordados em rumores, mas expectativas sobre os óculos de realidade virtual e mudanças no iPad e no Apple Watch também movimentam o noticiário. Confira o que esperar da empresa da maçã.

Rumores recentes indicam que o novo celular da Apple deve adotar um novo formato para a câmera de selfie, além da possibilidade da ausência de chip de telefonia. Já os óculos de realidade virtual (VR) e realidade aumentada (AR) da marca podem, enfim, se tornarem realidade em 2022.

Tela do iPhone 13 — Foto: Reprodução/9to5Mac

Tela do iPhone 13 — Foto: Reprodução/9to5Mac

iPhone 14

Suposto iPhone 14 pode ter câmera em forma de pílula — Foto: Reprodução/GizChina

Suposto iPhone 14 pode ter câmera em forma de pílula — Foto: Reprodução/GizChina

Tendo em vista os relatos sobre a baixa adesão ao iPhone Mini, seja ele o 12 ou o 13, é possível que a empresa descontinue a linha. Entretanto, um novo integrante é cotado para substituir os telefones diminutos. No novo arranjo, ficariam o iPhone 14, o 14 Pro, o 14 Pro Max e o 14 Max, novidade que pode vir com a proposta de ser o modelo convencional com uma tela maior.

As telas podem ficar por volta de 6,1 polegadas no iPhone 14 e 14 Pro, enquanto os smartphones com painel maior devem apresentar 6,7 polegadas. Espera-se que a traseira também ganhe algumas mudanças, como um módulo de câmeras acoplado na moldura do celular. Isso faria com que lentes e flash ficassem na mesma altura do vidro traseiro, excluindo o atual relevo característico.

Óculos de realidade virtual (VR)

Óculos VR da Apple pode chegar em 2022 — Foto: Reprodução/MacMagazine

Óculos VR da Apple pode chegar em 2022 — Foto: Reprodução/MacMagazine

De acordo com rumores, ele deverá ter três usos principais: games, entretenimento e comunicação pessoal. A usabilidade deve contemplar desde criadores de jogos até pessoas dispostas a fazer videochamadas. Nesse caso, a única barreira que pode impedir a adesão popular é o preço, que por enquanto é estimado em US$ 3 mil, cerca de R$ 17 mil em conversão direta.

Relatórios indicam a existência de duas telas com microLED, um upgrade em relação ao OLED, com densidade de pixels até 3.000 ppi e resolução 4K.

iPad Pro com 11 polegadas deve vir com tela microLED em 2022 — Foto: TechTudo

iPad Pro com 11 polegadas deve vir com tela microLED em 2022 — Foto: TechTudo

Uma das maiores expectativas para o iPad Pro é o carregamento sem fio, tecnologia que pode acompanhar o aparelho da Apple neste ano. Seriam necessárias mudanças na estrutura traseira para permitir o suporte à ferramenta. Se executado, o rearranjo será uma boa forma de garantir carregamento reverso para acessórios como AirPods, Apple Watch ou até mesmo iPhones.

Em termos de armazenamento, o máximo esperado ainda são 2 TB. O que pode mudar é a capacidade mínima, caso a empresa decida começar em 256 GB em vez dos atuais 128 GB. O display do iPad Pro de 11 polegadas pode receber um upgrade e ganha microLED, recurso que já existe na versão de 12,9 polegadas.

Apple Watch

Apple Watch 8 pode vir com novos recursos de monitoramento de saúde — Foto: Reprodução/Macrumors

Apple Watch 8 pode vir com novos recursos de monitoramento de saúde — Foto: Reprodução/Macrumors

O relógio da Apple passou por mudanças significativas na última atualização. Por isso, é possível que o Apple Watch 8 continue acompanhando algumas especificações da geração passada, principalmente no que diz respeito ao tamanho da tela. O que pode surgir de diferente é um tamanho extra para além dos modelos com 41 e 45 mm, assim como uma estrutura mais resistente, pensada para contemplar pessoas que praticam esportes e precisam de uma estrutura robusta.

A gigante de Cupertino tem desenvolvido várias pesquisas que envolvem monitoramento da saúde por meio de tecnologias. Isso pode se materializar nos relógios em algum lançamento, inclusive no próximo anúncio. Relatórios e analistas mencionam a possibilidade de recursos como monitoramento de pressão arterial, fertilidade e até mesmo acompanhamento do nível de glicose no sangue. Entretanto, não há nada que confirme efetivamente a chegada das ferramentas ao novo vestível.

Com informações de Macrumors9to5MacTom’s Guide

Artigos relacionados

Deixe um comentário