Home Eventos Maio laranja tem programação sobre o combate ao abuso e à exploração sexual infantil

Maio laranja tem programação sobre o combate ao abuso e à exploração sexual infantil

por Lud Hayashi

Celebramos neste mês o Maio Laranja, uma referência ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil, o 18 de Maio. Com o objetivo de debater o assunto e levar informação aos profissionais que atuam na proteção deste público e na promoção da saúde, bem como à comunidade em geral, a Prefeitura – por meio das secretarias municipais da Mulher, de Assistência Social, de Educação e de Saúde – elaborou uma programação especial, com participação gratuita.

No dia 19 de maio, o workshop “Boas práticas na escuta de crianças e adolescentes em situação de violência” será ministrado para três diferentes públicos, com os objetivos de mobilizar o fluxo da rede de proteção para o cumprimento da Lei nº 13.431, de 4 de abril de 2017; apresentar a fundamentação teórica vigente sobre escuta; e treinar as condutas em oitivas. A palestrante será a psicóloga Larissa de Menezes Modesto Marchini, mestre em Psicologia Forense e detentora de vasta experiência em escuta especializada e depoimento especial.

São três ocasiões: a primeira para os profissionais da Rede Socioassistencial (saúde, educação, assistência social, organizações da sociedade civil, esporte, cultura e mulher), das 8h30 às 12h, no salão da Secretaria Municipal de Assistência Social. A segunda, voltado aos agentes comunitários de saúde (ACSs), das 13h30 às 17h30, no Teatro Cândido Garcia (Unipar). Já a terceira, das 19h às 22h, também no Teatro Cândido Garcia (Unipar), será aberta para a comunidade, especialmente profissionais da educação das redes Municipal e Estadual, acadêmicos, religiosos e membros de organizações da sociedade civil. Para participar, basta se inscrever no link disponível no banner rotativo no site da Prefeitura (www.cianorte.pr.gov.br).

“Estamos nesta batalha para proteger todas as vítimas que sofrem qualquer tipo de violência. Esta programação busca apresentar uma reflexão sobre o papel das políticas públicas e da sociedade civil, especialmente para aqueles que têm contato direto com as famílias e são primordiais na detecção de possíveis casos de abuso. Por isso, convidamos a todos para que se juntem a nós no combate a esse tipo de crime”, ressaltou a secretária municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Crianças e Adolescentes, Stephanie Mariane Piveta Azevedo.

Além dos workshops, ao longo do mês, há contação de histórias na atividade “Infância Protegida”. A primeira foi na Escola Municipal João Bueno de Godoy (Vidigal), no último dia 05. As próximas serão nas escolas municipais Maria Montessori (12/05), Gonçalo Moreno Gutierres (19/05) e Ovídio Luiz Franzoni (26/05).

NÚMEROS DA VIOLÊNCIA: Em Cianorte, dados da Secretaria Municipal de Assistência Social mostram que, em 2022, 105 crianças ou adolescentes foram vítimas de violência intrafamiliar (física ou psicológica); 32 de abuso sexual; três de exploração sexual; 43 de negligência ou abandono; e cinco estavam em situação de trabalho infantil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Adblock detectado

Por favor, apoie-nos desativando sua extensão AdBlocker de seus navegadores para o nosso site.