Home Cultura ‘Moro em uma mansão e lavo as roupas dos meus filhos na piscina’

‘Moro em uma mansão e lavo as roupas dos meus filhos na piscina’

por Lud Hayashi

Uma pão-dura profissional que mora em uma mansão gigante revelou todas as técnicas de economia dela em um programa de TV.
O programa (Extreme Cheapskates) é especializado justamente nesse tipo de indivíduo: gente com dinheiro que se esforça ao limite para economizar de todas as formas possíveis.
Jeni Cox, que mora no Reino Unido, afirma que tem uma habilidade para “não gastar muito dinheiro e ainda assim conseguir tudo que deseja”. O programa não informa exatamente quanto de patrimônio ela tem, apenas que mora em uma “grande mansão”.
“Odeio gastar dinheiro em coisas que não poderei ver no dia seguinte, se acabarem”, afirmou ela em entrevista ao programa.
O primeiro item para economizar é a gasolina, que ela usa apenas um galão por dia. “Gasolina é como maquiagem, menos é mais. Quando você compra menos, usa menos e economiza mais”.
Ela é entusiasta dos exercícios físicos, mas ao invés de gastar em academias (que “custam US$ 75 dólares por mês”, segundo ela) ela visita diariamente uma loja de artigos esportivos e usa o equipamento de lá de graça.
Outras técnicas: tijolos dentro da caixa de descarga gera grandes economias no mês.
O item que mais gasta na rotina dela é essa piscina, que a faz pensar diariamente em formas de economizar.
Como tem três filhas e praticamente não faz passeios de férias, então mantém a piscina. “Acho que a piscina é como férias”, comenta ela.
Mas a piscina não serve apenas para diversão: Jeni a usa para lavar a roupa dos filhos, uma vez que “os produtos químicos encontrados nela são semelhantes aos do sabão em pó”, afirma a ricaça.
Além disso, ela coloca esses recipientes com areia para diminuir a capacidade da piscina e economizar com água e limpeza.
Como acontece com todos os muquiranas, as reações online são de incredulidade e reprovação.
Mas Jeni não apenas está satisfeita com a própria rotina como pretende descobrir formas ainda mais extremas de economizar.
 

Artigos relacionados

Deixe um comentário