Home Cultura Rei na barriga, chorar as pitangas… conheça a origem de expressões usadas no dia a dia

Rei na barriga, chorar as pitangas… conheça a origem de expressões usadas no dia a dia

Frases ou apenas porções delas são usadas, em diferentes línguas, com um significado diferente do literal; mas de onde surgiram? Confira

por Lud Hayashi

Rei na barriga, chorando as pitangas são algumas das expressões idiomáticas usadas no dia a dia, mas qual a origem? A partir de uma exposição realizada pelo Sesc (Serviço Social do Comércio) e que virou o jogo Expressário perambulático, disponível na internet, selecionamos expressões, suas origens e significados:

Rei na Barriga: é uma expressão normalmente usada para indicar que uma pessoa que se acha melhor do que as outras. “Provém do período imperial brasileiro, a partir da observação do tratamento especial que se dava às rainhas quando estavam grávidas de futuros reis”

Chorando as pitangas: significa que alguém está chorando de arrependimento. “Criada possivelmente a partir da palavra Tupi “Pyranga” (Vermelho), referindo-se aos olhos avermelhados de tanto chorar”

Quebrar um Galho: é usada para situações provisórias, “possivelmente originada do uso da palavra galho para falar de rios, que poderiam cortar caminho nas trilhas”

Segurar Vela: se refere a alguém desacompanhado em um encontro de um casal. “Surgiu na idade média, quando os servos deveriam acompanhar seus senhores em quase todas as situações, segurando uma vela para iluminar os locais”

O Gato Comeu a sua Língua?: Muito usada quando alguém permanece em silêncio, sendo utilizada em diversos países. “Entre suas origens há uma referência que aponta para uma criação linguística, a partir do universo fabuloso das crianças, imaginando que alguém pudesse ter a língua engolida por um gato”

Tirar o cavalinho da chuva: é o mesmo que desistir de fazer algo e “vem dos tempos em que o cavalo era o principal meio de transporte. Se a pessoa não tivesse a intenção de demorar, deixava o animal desprotegido na frente da casa. Mas se o anfitrião o convidava para ficar mais, era comum dizer: ‘pode tirar o cavalo da chuva’, em outras palavras, ‘desista dessa ideia de ir embora'”

Lágrimas de crocodilo: refere-se a um choro falso ou mesmo em situações sem sinceridade. “Há estudos que indicam que os crocodilos lacrimejam enquanto devoram suas presas e, como um reflexo da força do movimento das mandíbulas, soltam lágrimas. Em francês, a expressão é conhecida como larme de crocodile”

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Adblock detectado

Por favor, apoie-nos desativando sua extensão AdBlocker de seus navegadores para o nosso site.