Home Noticias Réveillon 2022: cidades descartam festas, eventos ou shows

Réveillon 2022: cidades descartam festas, eventos ou shows

Campo Grande, Florianópolis, João Pessoa, Fortaleza, Palmas, Recife, Salvador e São Luís anunciaram cancelamento total ou parcial de eventos tradicionais

por Lud Hayashi

Prefeituras de ao menos 12 capitais brasileiras anunciaram cancelamento total ou parcial das festas de réveillon por conta da covidCampo GrandeFlorianópolisJoão PessoaFortalezaPalmasRecifeSalvador, São Luís, Brasília, Aracaju, Vitória e Belém.

Em Florianópolis e Recife, haverá queima de fogos, mas os shows foram cancelados.

Rio de Janeiro, São Paulo, Manaus, Porto Velho e Maceió ainda planejam fazer o evento. Porto Alegre também considera a possibilidade de promover uma festa.

Belo Horizonte, que não realiza réveillon desde a virada de 2015 para 2016, seguirá sem festa este ano. É o caso também de Curitiba, que, assim como em outros anos, não terá programação especial de Ano Novo.

Ainda não há definição se haverá o evento em TeresinaNatalMacapá, Rio Branco, Goiânia e Cuiabá e Boa Vista.

(CORREÇÃO: ao publicar esta reportagem, o g1 errou ao informar que Belo Horizonte cancelou a festa de réveillon 2022. Na verdade, a cidade não realiza o evento desde a virada de 2015 para 2016. A reportagem foi corrigida às 8h50 desta terça-feira, 30.)

Aracaju

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), informou nesta terça-feira (30), que não será realizado o réveillon da Orla da Atalaia. Segundo ele, a decisão foi tomada considerando o cenário de incertezas gerado pelo surgimento de uma nova variante do coronavírus no mundo.

A Prefeitura de Belém anunciou nesta terça-feira (30) que as festas de réveillon foram canceladas na capital paraense por causa do aumento de casos de covid que tem ocorrido em algumas regiões e também o surgimento da variante ômicron. É o segundo ano consecutivo sem a tradicional festa.

Belo Horizonte

A Prefeitura de Belo Horizonte não prevê fazer festa de réveillon 2022. A cidade não faz o evento desde a virada de 2015 para 2016.

Porém, o protocolo vigente permite a realização de comemorações “em espaços licenciados ou mediante licenciamento, desde que todas as pessoas apresentem teste negativo ou comprovante de vacinação completa, entre outras regras”.

Boa Vista

Em Boa Vista, a festa da virada é, geralmente, promovida pelo governo estadual, mas ainda não está definido se haverá neste ano.

Brasília

Inicialmente, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), tinha confirmado a realização de festas para o réveillon neste ano. No entanto, decidiu voltar atrás na decisão e cancelou o evento em razão da pandemia. A festa da virada de 2020 para 2021 também tinha sido cancelada.

Campo Grande

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) anunciou na segunda-feira (29) o cancelamento da festa de réveillon em Campo Grande. A cerimônia também não aconteceu em 2020. Em 2019, a cidade teve queima de fogos silenciosos e shows.

A cidade terá, entretanto, programação especial de Natal.

Curitiba

Assim como em anos anteriores, Curitiba não irá ter uma programação especial de réveillon.

Florianópolis

Florianópolis terá queima de fogos no réveillon este ano, mas sem shows. O objetivo é evitar aglomerações e o contágio da covid-19. A prefeitura confirmou na tarde desta segunda-feira (29) que não haverá mudança nesse plano por conta da nova variante ômicron.

O município informou que a ideia é fomentar comemorações nos próprios bairros, para girar a economia local e evitar grandes aglomerações.

No última virada com a tradicional programação, de 2019 para 2020, ocorreu a queima de fogos na Ponte Hercílio Luz. Além do espetáculo, houve shows musicais em duas estruturas, na Beira-Mar Norte e na Continental, com a presença de milhares de pessoas.

Fortaleza

O prefeito José Sarto (PDT) anunciou no sábado (27) que está descartada a possibilidade da realização de festa pública de réveillon em Fortaleza. Desta forma, a tradicional festa da virada no Aterro da Praia de Iracema não vai ocorrer pelo segundo ano consecutivo na capital cearense, em razão da pandemia de Covid-19.

Goiânia

A Prefeitura de Goiânia não costuma fazer festa de ano novo. O evento na cidade, tradicionalmente, é organizado pelo governo de Goiás, mas ainda não há informação oficial sobre se haverá ou não neste ano.

João Pessoa

As festas de Réveillon que estavam sendo planejadas na orla de João Pessoa foram canceladas, anunciou o prefeito Cícero Lucena (PP) na segunda-feira (29). Apesar disso, praia vai estar liberada para livre circulação de pessoas e reuniões particulares. Festas em bares e em casas de shows podem acontecer com protocolos de prevenção à Covid-19.

Segundo o prefeito, a preocupação com a nova variante do coronavírus, o Ômicron, e com uma possível nova onda de contaminação foram as razões que levaram ao cancelamento dos eventos.

Macapá

A Prefeitura de Macapá informou que não há previsão de festa de réveillon neste ano. O governo estadual disse que tem um planejamento, mas que ainda está em avaliação pelo setor de saúde.

Todos os anos, a festa acontece num espaço na orla da cidade. No entanto, de 2020 para 2021, ela foi cancelada em razão da pandemia.

A prefeitura de Maceió divulgou nesta terça-feira (30) que as festas de réveillon estão mantidas. A decisão tem como base a redução de novos casos de Covid e o avanço da vacinação. A prefeitura informou, no entanto, que vai continuar monitorando a situação da pandemia na cidade e, caso seja necessário, a decisão pode ser revista e até cancelada.

Manaus

A festa de réveillon em Manaus está confirmada até o momento. O evento terá como atração nacional o cantor Luan Santana e os artistas do segmento gospel Fernandinho e Leonardo Gonçalves.

Ambos os locais funcionarão com lotação máxima de 50% da capacidade e terão como exigência a apresentação do comprovante de vacinação com as duas doses ou dose única da vacina contra Covid.

Natal

Na cidade de Natal, ainda não há uma definição se haverá réveillon ou não. Antes da pandemia, havia festa com shows e queima de fogos em duas praias da capital.

Palmas

Pelo 2º ano consecutivo, o tradicional evento de virada de ano de Palmas com shows e fogos de artifício não será realizado, informou a Prefeitura de Palmas na segunda-feira (29).

O município informou que continua monitorando os indicadores epidemiológicos e o avanço da vacinação, mas “considera que nas condições atuais é precoce realizar uma festa visto que ocorrerá aglomerações e, portanto, risco iminente de proliferação do vírus”.

A Prefeitura de Porto Alegre informou nesta terça, por meio de nota, que “trabalha com a possibilidade de realização de réveillon este ano”. No entanto, os detalhes da festa ainda não estão definidos.

De acordo com o a prefeitura, os protocolos em relação à covid atendem a normas do governo federal e estadual e são constantemente atualizados e respeitados. A gestão ressalta que o planejamento leva em conta o atual cenário epidemiológico e destaca que na capital, segundo dados da secretaria da Saúde, 99,7% da população já tomou a primeira dose e 88,7% a segunda dose.

Porto Velho

Por enquanto, as festas de fim de ano em Porto Velho estão mantidas. No entanto, a prefeitura vai ficar monitorando a situação e, dependendo da evolução da pandemia, o evento poderá ser cancelado.

Recife

O Recife não terá shows na orla da cidade durante o réveillon 2022 devido à pandemia da Covid-19. A queima de fogos está mantida.

No último réveillon, Recife não realizou queima de fogos devido à pandemia e às medidas restritivas em vigor na época. Neste ano, ela será descentralizada e vai durar 17 minutos na orla de Boa Viagem, com suporte de quatro balsas no mar, de acordo com a prefeitura. Nos polos no Ibura, em Jardim São Paulo, no Morro da Conceição e na Lagoa do Araçá, serão cinco minutos de fogos na virada do ano.

Após confirmar que realizaria a festa de réveillon em Rio Branco, após um ano sem a comemoração, o governo voltou atrás e afirmou, na segunda-feira (29), que analisa se vai haver o evento. O motivo seria a pandemia do novo coronavírus e a possibilidade da variante ômicron aumentar a taxa de contaminados e de mortos pela doença.

Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio mantém a previsão de realizar o réveillon de 2022. Mas, segundo o prefeito Eduardo Paes (DEM), “é plenamente possível cancelar o que foi planejado”.

“Eu garanto que o Rio está pronto para realizar os principais eventos de 2022, que são muito importantes para a nossa cultura, a nossa economia e a vida da nossa cidade. Ainda assim, eu quero lembrar que ter planejamento para um evento não significa, necessariamente, que ele vai ser realizado”, disse ele na segunda-feira (29).

Salvador

Prefeitura de Salvador anuncia suspensão do festival da virada

Prefeitura de Salvador anuncia suspensão do festival da virada

“Os números de óbitos e internações só fazem cair na nossa cidade. Só que, em um cenário de incertezas e dúvidas, não há como realizar Festival Virada, que é um evento para mais de 250 mil pessoas”, argumentou.

São Luís

Réveillon na Avenida Litorânea, em São Luís, teve a participação de milhares de pessoas — Foto: Paulo Soares/O Estado

Réveillon na Avenida Litorânea, em São Luís, teve a participação de milhares de pessoas — Foto: Paulo Soares/O Estado

São Luís não terá as tradicionais festas de Réveillon 2022.

De acordo com o prefeito Eduardo Braide (Podemos), a decisão foi tomada devido ao surgimento da nova variante do novo coronavírus, a ômicron e por isso, o momento pede prudência. Até o momento, nenhum caso suspeito foi identificado no Maranhão.

 

Réveillon 2019 na Avenida Paulista contou com fogos silenciosos. — Foto: Rafael Ihara/G1

Réveillon 2019 na Avenida Paulista contou com fogos silenciosos. — Foto: Rafael Ihara/G1

A Prefeitura de São Paulo informou na sexta-feira (26) que planeja o tradicional réveillon 2022 na Avenida Paulista, mas que ele está condicionado ao “quadro epidemiológico da pandemia”.

“A Prefeitura de São Paulo informa que o réveillon já está sendo planejado e a realização do evento está condicionada ao quadro epidemiológico relativo à pandemia de Covid-19 e entendimento das autoridades de saúde pública e sanitárias”, disse a prefeitura.

Teresina

Tradicionalmente, Teresina não promove festa de réveillon. Neste ano, ainda não há uma decisão. O Comitê de Operações Emergenciais (COE) de Teresina aguarda os dados finais deste mês de novembro para discutir as recomendações para as festas de fim de ano na capital.

Vitória

Prefeitura de Vitória cancela festa de réveillon

Prefeitura de Vitória cancela festa de réveillon

Por conta da confirmação de que o Brasil tem casos da variante ômicron, a prefeitura de Vitória suspendeu todos os eventos públicos de réveillon. A medida inclui o cancelamento de queima de fogos, shows e apresentações artísticas.

Cuiabá

A cidade deve divulgar se vai realizar eventos de Ano Novo nos próximos dias.

Artigos relacionados

Deixe um comentário