Home Noticias “Se continuar do jeito que está Cianorte inteira vai ter dengue”, afirma Setor de Vigilância em Saúde

“Se continuar do jeito que está Cianorte inteira vai ter dengue”, afirma Setor de Vigilância em Saúde

por Lud Hayashi

Cianorte está com 69 casos confirmados de dengue. Diariamente, nas visitas aos imóveis, os agentes de combate às endemias notificam de 30 a 40 focos dos mosquitos transmissores, e a rede de saúde, somada a pública e a privada, realiza uma média de 20 testes rápidos em pacientes com suspeita da doença.
Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Cianorte e Região
Este quadro foi apresentado pela Divisão de Prevenção em Saúde, na manhã dessa quinta-feira (28), em uma reunião no Paço Municipal, na qual o setor solicitou apoio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura na disseminação de informações para a erradicação do Aedes aegypti.
“Se continuar do jeito que está, Cianorte inteira vai ter dengue e o culpado não é o mosquito, mas sim a população, que deve eliminar todo o acúmulo de água em casa”, alertou a chefe do Setor de Vigilância Ambiental e supervisora do Programa de Combate às Endemias, Vera Lucia Fusisawa.
De acordo com o monitoramento do órgão, alguns bairros já estão em situação de surto e a cidade corre risco de desenvolver uma epidemia. “A maior parte dos criadouros do Aedes aegypti está dentro das residências e cada morador tem que fazer a sua parte, cuidar do seu lar.É um ato de respeito consigo mesmo, seus familiares e vizinhos. O Poder Público está operando com recursos máximos, mas de nada adianta se os quintais continuarem cheios de potenciais ao desenvolvimento do mosquito” completou.
“É justamente por isso que pedimos o apoio da rede de educação. Acreditamos no poder da informação que é repassada pelos professores e na potencialidade das crianças em atuarem como agentes em suas casas e comunidades” destacou a chefe da Divisão de Prevenção em Saúde, Heloisa Dantas, acompanhada pela supervisora da Vigilância Epidemiológica, Izabela Correa Batista.
A ocasião contou com a presença das diretoras das escolas municipais e membros da equipe pedagógica. A chefe da pasta, a secretária de Educação e Cultura, Maria Neuza Casassa, renovou o apoio à iniciativa. “O combate à dengue é uma causa de todos. Podem contar com o reforço do nosso trabalho”, garantiu.

Artigos relacionados

Deixe um comentário