Casa Cultura ‘A forma da água’ é o grande vencedor do Oscar 2018

‘A forma da água’ é o grande vencedor do Oscar 2018

por Lud Hayashi
the_oscars_thumbnailO filme ‘A forma da Água’, que narra a história de amor entre uma mulher muda e uma criatura da Amazônia, foi o grande vencedor da 90ª edição do Oscar. Em uma premiação pulverizada, o longa do mexicano Guillermo del Toro faturou as estatuetas de melhor filme, melhor direção, melhor trilha sonora e melhor design de produção.

Em seu discurso, Del Toro levou a política pra o palco do Dolby Theater e, lembrando que é um imigrante nos Estados Unidos, se dirigiu indiretamente a Donald Trump. “A melhor coisa na nossa área e poder apagar linhas, fronteiras. Muros só vão piorar as coisas”, disse.
Ele fazia referência ao muro que Trump quer construir na fronteira com o México, país que venceu na categoria de melhor diretor quatro vezes nos últimos cinco anos. A entrega da estatueta de melhor filme coube à dupla Warren Beatty e Faye Dunaway, que protagonizou a histórica gafe do anúncio do vencedor errado no ano passado.

O outro favorito da noite, “Dunkirk”, se destacou nas categorias técnicas – edição, mixagem de som e edição de som -, mas não venceu em nenhuma das disputas principais. Já “Me chame pelo seu nome”, do diretor italiano Luca Guadagnino, ganhou apenas como melhor roteiro adaptado, com James Ivory, o mais velho a ser premiado, aos 89 anos.
Intérpretes
A interpretação de Winston Churchill em “O destino de uma nação” rendeu a Gary Oldman o prêmio de melhor ator, enquanto Frances McDormand faturou a estatueta de melhor atriz e convidou todas as mulheres indicadas aos prêmios da noite a ficarem de pé. “Todas nós temos uma história para contar”, disse.
Ao contrário de outras premiações, o tapete vermelho não foi dominado por vestidos pretos, mas o tema dos assédios em Hollywood não passou em branco. Houve menções ao movimento “Time’s Up”, para combater casos de violência sexual na indústria do entretenimento.
Confira abaixo todos os premiados:
– Melhor filme: “A forma da água”
– Melhor diretor: Guillermo del Toro (“A forma da água”)
– Melhor ator: Gary Oldman (“O destino de uma nação”)
– Melhor atriz: Frances McDormand (“Três anúncios para um crime”)
– Melhor roteiro adaptado: Me chame pelo seu nome” (James Ivory)
– Melhor roteiro original: “Corra!” (Jordan Peele)
– Melhor ator coadjuvante: Sam Rockwell (“Três anúncios para um crime”)
– Melhor atriz coadjuvante: Allison Janney (“Eu, Tonya”)
– Melhor filme estrangeiro: “Uma Mulher Fantástica” (Chile)
– Melhor design de produção: “A forma da água”
– Melhor fotografia: “Blade Runner 2049” (Roger Deakins)
– Melhor figurino: “Trama fantasma”
– Melhor canção: “Remember me” (“Viva – A vida é uma festa”)
– Melhor edição: “Dunkirk”
– Melhor Mixagem de Som: “Dunkirk”
– Melhor edição de som: “Dunkirk”
– Melhor animação: “Viva: A vida é uma festa”
– Melhor curta de animação: “Dear Basketball”
– Melhor curta: “The silent child”
– Melhor trilha sonora: “A forma da água”
– Melhor documentário: “Ícaro”
– Melhor documentário em curta-metragem: “Heaven is a traffic jam on the 405”
– Melhor maquiagem: “O destino de uma nação”
– Melhores efeitos visuais: “Blade Runner 2049”

Artigos relacionados

Deixe um comentário