Casa Noticias Xuxa vence processo contra Igreja Universal

Xuxa vence processo contra Igreja Universal

por Lud Hayashi

A igreja do bispo Edir Macedo terá de pagar R$ 150 mil a ‘Rainha dos Baixinhos’ por associá-la ao satanismo

 A apresentadora Xuxa Meneghel acaba de vencer processo na Justiça que movia contra a Igreja Universal por ter associado sua imagem ao satanismo, em agosto de 2008. De acordo com sentença do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a Editora Gráfica Universal, da igreja do bispo Edir Macedo, terá que pagar indenização no valor de R$ 150 mil à Xuxa. Ainda cabe recurso dos dois lados. Tanto a Universal poderá ainda se defender como também a apresentadora poderá solicitar aumento no valor da pena, já que solicitava compensação de R$ 3 milhões por danos morais.
A ação foi movida logo após a Folha Universal publicar matéria assinada pelo pastor Josué Yrion, radicado nos Estados Unidos. No texto, a apresentadora foi acusada de vender sua alma para o diabo por U$$ 100 milhões (R$ 168 milhões) para obter sucesso.
A matéria recebeu destaque de capa na edição em que foi publicada. Uma foto de Xuxa foi estampada na capa com o seguinte título “Pacto com o Mal?”, (veja reprodução nesta página). Na página interna, a Editora também publicou uma foto de um homem de costas que estaria representando o diabo e o título “Contrato com o Diabo”.

O texto ainda foi mais além. Afirmou que o nome de Xuxa e composto por duas entidades do candomblé (Exu e Orixa) e que a apresentadora global doa sangue duas vezes por ano à Igreja do Satanás (em São Francisco, nos EUA). Além disso lembrou que a boneca que leva o nome dela matou no Brasil uma menina.
Em outro trecho do texto, o pastor Yrion afirmou que a música “Cãozinho Xuxo”, da apresentadora, se cantada de trás para frente, seria uma invocação ao diabo.
A Folha Universal diz ter uma tiragem de mais de 2 milhões de exemplares.

Reprodução

Reprodução

Artigos relacionados

Deixe um comentário